ILHA DE SÃO DIMAS – Parte III

Continuando os artigos sobre o cenário criado  pelo Universo Germinante para o Universo RAQ, aqui vai a terceira parte sobre a Ilha de São Dimas:

A CIDADE BAIXA

Região que se estende entre o Bairro Isidoro e o Barro Lúcia, foi quase evacuada na enchente de 46, mas os mais pobres permaneceram, amontoando-se em diversas favelas, cujas três maiores são Leão, Santa Cruz, Restinga e Vila Marinha, que rodeiam o bairro. Lá se encontra o Bar Encruzilhada, propriedade de Eduardo Lopes. Na favela do Leão A Restinga é uma comunidade à beira do mar.

PONTAL DO SOL

Um pequeno promontório que avança mar a dentro, onde cresceu a atividade portuária, e onde foi instalada a estação das Barcas Rio-São Dimas. A poluição da baía de Guanabara dizimou a atividade pesqueira.

O PARQUE ÉDEN

Uma extensa área arborizada, dá o seu nome ao bairro ao norte de Isidoro, ocupa boa parte das antigas terras de Isidoro de Saint-Dimas. Neste parque se reúne o Círculo de Revelações de Hórus.

O CONVENTO DE SÃO JORGE DA CAPADÓCIA

As ruínas deste convento situam-se ao norte do Parque Éden. Do antigo prédio só restaram a torre e várias galerias subterrâneas e o antigo cemitério dos padres. É um lugar com fama de mal-assombrado. Não se sabe o por quê, mas um grupo estrangeiro arrematou o terreno.

STUDIOS PARADISIA

Estende dos limites da área nobre da ilha até as encostas do morro Cipango. É lá que são gravadas as produções da TV Paradísia.

O CENTRO DA CIDADE

Área na costa oeste e norte onde a maioria da população de Isidoro trabalha, compõe de seis bairros: Nova Paris, Notre Dame, Sena-Sul, Sena-Norte, Luís XV e Marselhesa, cujos nomes revelam a influência francesa de seus idealizadores. Nova Paris é o centro financeiro e comercial da ilha, com seus prédios brilhantes e bancos poderosos. Várias imponentes construções se destacam entre o aglomerado de arranha-céus: O Croix du Sud (Cruzeiro do Sul), um prédio gigantesco com 120 andares e 380m de altura, um dos mais altos do mundo. Está sendo planejada a Schiavini Tower, que seria ainda mais alta. O prédio da TV Paradisia, com seus 40 andares, é menor mais também impressiona.  Notre Dame é o bairro “gótico”, com suas igrejas e prédios históricos. Sena-Norte, Luís XV e Marselhesa são os bairros litorâneos da costa norte da ilha, com praias paradisíacas e hotéis luxuosos. Sena-Sul é o bairro residencial da classe média.

A ESTAÇÃO VELHA

Situada na costa leste da ilha, na antiga estação de trem da ilha, foi transformada num palco de raves animadas. Seu dono é Norberto Finkel Jr., filho do antigo ex-sócio da TV Paradísia. Os jovens riquinhos e moderninhos não se importam de atravessar a ilha inteira para chegar lá. A Estação não fica muito longe das Ruínas do Cipriano, um outro famoso lugar mal-assombrado, famoso pelas lendas de luzes noturnas e vozes sobrenaturais.

A ILHA DOS CORSÁRIOS

Situada a poucos quilômetros ao sudoeste de São Dimas, esta ilhota deserta transformou-se num imenso “lixão”, onde funciona o aterro sanitário da ilha. Há rumores de que o aterro foi comprado pela empresa multinacional R.A.M., que prometeu resolver o problema da poluição e sujeira.

links:

Ilha de São Dimas [parte I]

Ilha de São Dimas [parte II]

Mapa da Ilha de São Dimas.jpg

Anúncios
  • Calendário

  • Pesquisar